quarta-feira, 1 de outubro de 2008

incomum

Sou incomum.
Eu não sei amar pouco
O que eu quero explicar
O que eu quero dizer
O que eu sinto é tão forte
Dentro do meu coração
que eu não consigo esconder
O que meu olhos veem
Minha melodia favorita..
É AMAR VOCÊ
Me entrego de corpo e alma
A vida brilha mais intensamente
Sigo meus instintos
Crença, obstinação...
Sensibilidade de menino
São muitas as madrugadas
Em que a saudade me abraça
quando estou sem você
Ela não tem me deixado nem dormir
Pensamentos cruzam distâncias
Razão do meu mais puro desejo.
Tão linda te vejo
Sinto-me intenso.
Amo-te no meu silêncio...
Eterno e inconstante

beijos

Um comentário:

niza disse...

perfeito essa se parece comigo . qd amo amo mesmo !!